Quarta-feira, 16 de Novembro de 2005

Poeira no ar

Este governo do tal Sr. Sócrates, encerra em si, o que de pior a política pode produzir. Governar pela demagogia.


Depois de 1974, Portugal já conheceu vários demagogos mas, nunca se tinha chegado a este estado de sofisticação. O homem reina pela divisão, o acirrar de pequenos ódios de estimação entre a populaça e, o lançamento de notícias preocupantes para a população, tipo: vão morrer 11 a 13.000 pessoas com a pandemia. Um pândego!


O homem todos os dias atira com poeira para o ar. Os funcionários públicos têm sido as principais vítimas. Todos os sectores têm sofrido a demagogia do figurão. Foram as forças de segurança, funcionários administrativos, magistraturas, pessoal da saúde, advogados, e desculpem se esqueci alguém.


Sendo o povo uma massa eleitoralista pouco esclarecida e que mantém desde sempre alguma antipatia por estes sectores (os funcionários públicos são mandriões, os polícias uns malandros, os médicos uns incompetentes, os juízes uns carrascos, etc.,) estas vagas de assalto contra estes cidadãos cai no gado eleitor como mel no pão. Juntam-se a estes ainda os reformados, vistos como sorvedouros dos dinheiros públicos.


Conclui a tal massa inconsciente: este governo é que vai pôr o país em ordem, (seja lá o que isso venha a ser)! Claro que esta massa, no seu essencial inculta e atrasada, nem sequer consegue discernir que esta atordoadas apenas têm como objectivo dizer-lhes, o que a sua ignorância, quer ouvir. Como, se de tudo isto, alguma coisa que esteja realmente mal, não fosse obra e responsabilidade destes mesmos homenzinhos que há 30 anos desgovernam este país.


Esta é a pior forma de governar. Governar pela demagogia, aproveitando-se da falta de discernimento de um povo cujos votantes, em boa parte, nem sequer sabem ler. Basta olhar para os eleitores à boca das urnas. Muitos nem sabem porque é que estão ali. Dizia-me há dias um destes eleitores “Se não formos votar, depois, se precisarmos de alguma coisa da câmara, um papel qualquer, já não nos dão”.


Faço votos para que estes funcionários que agora detêm o poder, caiam de mais alto e bem pior, do que todos estes cidadãos que agora afrontam.




publicado por AC às 20:29

link do post | comentar
|

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Enfim os combustíveis

. O Homem do Leme

. É desta!

. Há sempre uma forma de ch...

. Deve ser da Latitude....

. Sacudindo a água do capot...

. Ingenuidade dos cidadãos

. CSI

. Surpresa ????

. Segurança no trabalho...e...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

.ico

.Referer.org


referer referrer referers referrers http_referer
blogs SAPO