Quinta-feira, 1 de Junho de 2006

Os culpados

A senhora ministra da educação, ao atacar de forma vil e violenta os professores, atirando-lhes para cima o ónus do falhanço da educação em Portugal, mais não fez do que mostrar a sua própria má formação, provavelmente resultado da tal incompetência atribuída aos professores.

 

É mais um exemplo do tipo de governantes que admitimos. Demagogos, presunçosos, prepotentes e mal-educados.

 

Como em qualquer profissão, haverá professores competentes e motivados e, outros que não tendo qualquer vocação para ensinar, foi o que conseguiu arranjar para sobreviver.

 

Mas, ainda assim, a responsabilidade é apenas do ME que admite gente incapaz para a função e, nem sequer consegue identificar e substituir os incompetentes.

 

Responsabilizar no geral os professores, por um sistema de ensino que não produz resultados, quando a tutela não controla a função e muda constantemente as regras, é, no mínimo sacudir a água do capote ou seja, fuga para a frente. Da forma como foi feito, além de grosseira falta de educação, veio desresponsabilizar os frequentadores das escolas – muitos não vão lá para estudar – pelos seus resultados. A partir de agora, a culpa será sempre dos professores.

 

Ora eu diria, que a generalidade dos estudantes de hoje, não vai à escola para aprender. Vai porque é lá que estão os amigos, os namoros, mostrar a ultima novidade em telemóveis, ou os ténis da moda, ou bater nos colegas e professores, qualquer coisa que dê gozo e não trabalho. São gente que os pais, também fugindo ao seu dever, não conseguiram formar e muito menos educar, transferindo todas as responsabilidades, familiares, éticas, educacionais e sociais, para os professores.

 

É vê-los a caminho da escola. Uns matulões com ar de marginais, com pequenas mochilas metidas em costas de homens que já deveriam trabalhar, elas vestidas como se fossem a caminho da mais velha profissão do mundo, são estas as nossas crianças, que a senhora manhosa, perdão ministra, diz serem o resultado do mau ensino dos professores.

 

E há quem aplauda.


publicado por AC às 17:02

link do post | comentar
|

10 comentários:
De portuguesinha a 1 de Junho de 2006 às 17:21
A ministra deve achar que ela é que é competente... Vê-se! A admitir engenheiros para dar aulas de matemática enquanto há professores de matemática com formação pedagógica no desemprego, e o mesmo acontece noutras disciplinas... É uma maravilha, não é? Se os professores não têm motivação, a culpa é de quem lança os concursos sem discernimento, ou seja, da ministra!


De Elipse a 1 de Junho de 2006 às 22:11
Posso subscrever?


De magnolia a 1 de Junho de 2006 às 23:39
É mais um exemplo do tipo de governantes que admitimos. Demagogos, presunçosos, prepotentes e mal-educados.. Acho que isto diz tudo! Governantes destes não podem jamais tomar boas decisões. E aposto que os filhinhos e os netos estão todos em colégios do estrangeiro.



De nagnolia a 2 de Junho de 2006 às 10:56
Voltei de novo para acrescentar isto:"Porquê esta sanha incompreensível contra os professores?
Na verdade, pretender aplicar tal regime aos professores do secundário apenas expõe um irreprimível desprezo pelas competências destes docentes e sobretudo, pelos seus mais elementares direitos profissionais e de cidadania, remetendo-os a uma ralé desqualificada.
A par disto, o Governo vai fechando escolas aos milhares, reduzindo o pessoal auxiliar, atulhando as turmas com largas dezenas de alunos, acabando com refeitórios e equipamentos básicos, obrigando os professores a serem psicólogos e assistentes sociais do vazadouro de disfunções familiares que o desemprego e a miséria atiram para as escolas.
Configura-se o «modelo americano» de Ensino, há tanto perseguido pela direita: escolas públicas desguarnecidas, professores socialmente desqualificados, ensino privado para quem tiver dinheiro. Eis a «filosofia» do Sócrates que nos calhou em azar...
Mas a causa reside na falta de consciência política na altura de preencher o boletim de voto!!
[Error: Irreparable invalid markup ('<b/b>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Voltei de novo para acrescentar isto:<b><i>"Porquê esta sanha incompreensível contra os professores?
Na verdade, pretender aplicar tal regime aos professores do secundário apenas expõe um irreprimível desprezo pelas competências destes docentes e sobretudo, pelos seus mais elementares direitos profissionais e de cidadania, remetendo-os a uma ralé desqualificada.
A par disto, o Governo vai fechando escolas aos milhares, reduzindo o pessoal auxiliar, atulhando as turmas com largas dezenas de alunos, acabando com refeitórios e equipamentos básicos, obrigando os professores a serem psicólogos e assistentes sociais do vazadouro de disfunções familiares que o desemprego e a miséria atiram para as escolas.
Configura-se o «modelo americano» de Ensino, há tanto perseguido pela direita: escolas públicas desguarnecidas, professores socialmente desqualificados, ensino privado para quem tiver dinheiro. Eis a «filosofia» do Sócrates que nos calhou em azar...
Mas a causa reside na falta de consciência política na altura de preencher o boletim de voto!! </i><b/b>


De Dae-su Oh a 2 de Junho de 2006 às 21:30
Pelo menos tenta fazer qq coisa ao contrario de muitos outros que lá passaram que pouco ou nada tentaram fazer.


De Mac Adriano a 2 de Junho de 2006 às 22:35
Pois, mas esses matulões têm direito ao ensino para todos. Estamos na era do politicamente correcto, que equivale a dizer que estamos na era da imbecilidade como nunca se viu. Era injusto, dizem eles, quando a escola não era para todos. Acham que é mais justo ter estes marginais na escola, para que os que realmente querem aprender não consigam aprender coisa nenhuma. Tem que se separar o trigo do joio. Por isso, tem que se identificar os maus professores. Mas isso não é preciso fazer já. Primeiro, tem que se eliminar os delinquentes da escola, porque enquanto eles lá estiverem, tanto faz o professor ser bom ou mau, que não consegue ensinar a ninguém seja o que for em qualquer dos casos. Dizes que ainda há quem bata palmas a estes criminosos do governo? Claro, isso não admira. Se isto, apesar de tudo, é uma democracia e está no governo quem está, é porque alguém os pôs lá. Eu abro o jogo de vez: se tivesse jeito para a liderança e meios para o fazer, tentava organizar uma luta armada para encetar uma nova revolução. Mas não a brincar, como a outra. Tinha que ser uma a sério, com uma limpeza nunca vista, para que não acontecesse como no 25 de Abril, em que as moscas continuaram todas vivinhas e a continuar a voar à nossa volta. Infelizmente, em Portugal não se vai lá com democracias. Para mim, 30 anos já chegam para o provar.


De cidadão comum a 3 de Junho de 2006 às 12:21
Os pais auto-desresponsabilizam-se porque também eles não têm um minímo de educação e valores. Bom blogue este.


De Henrique a 3 de Junho de 2006 às 23:19
À saída das aulas conversei com um colega que já devia estar reformado, não fossem as medidas deste governo. Este colega, no princípio do ano, até apoiou os ataques da ministra à classe. De facto há professores e professores, tal como em todas as profissões. Mas este colega, escaldado já das medidas contra a classe, confessou que a sua motivação desceu 100%. Ele que sempre preparou com esmero as suas aulas, confessa que está completamente desmotivado e até a mulher dele, que o ouvia a simular em voz alta as suas aulas, estranha esta sua desmotivação. Pudera, diz ele: ao meterem tudo no mesmo saco, só nos resta agir em conformidade, já anseio pela reforma que não me querem dar.

Isto é de uma "Inteligência" a toda a prova. Com governantes tão inteligentes, podemos dormir descansados.


De É curioso a 3 de Junho de 2006 às 23:45
Quem pode esperar algum de inteligente de um bando de imbecis?

Bom fim-de-semana.


De aminhoca a 4 de Junho de 2006 às 02:48
Sabes tambem o que me custa ? Ver nas notícias os nossos jovens que, à custa de tanto sacrificio, esforço e empenho, gostariam de tirar medicina no n/ país e tem que oferecer os seus préstimos a Espanha pq não os queremos cá!!!!! Custa isso, custa ler as verdades que escreveste, custa admitir que não passamos de uns estupidos com ares de arrogantes...temos o que merecemos (ou não?)


Comentar post

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Enfim os combustíveis

. O Homem do Leme

. É desta!

. Há sempre uma forma de ch...

. Deve ser da Latitude....

. Sacudindo a água do capot...

. Ingenuidade dos cidadãos

. CSI

. Surpresa ????

. Segurança no trabalho...e...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

.ico

.Referer.org


referer referrer referers referrers http_referer
blogs SAPO