Domingo, 20 de Agosto de 2006

Num estado de direito

É óbvio que o país está divorciado dos políticos que impunemente, nos têm arruinado em proveito próprio e a favor dos amigos mais chegados. Tenho a ideia de que já ninguém se reconhece nestes indivíduos, que seguiram uma profissão que lhes permite viver desafogadamente sem ter que vergar o coirão.

 

Apesar do sufoco em que tornaram o nosso dia a dia, a despesa pública não para de crescer. Ora a despesa pública é uma despesa gerida pelos referidos políticos, pelo que é bom de ver que os ditos ou são totalmente inconscientes e incompetentes ou, totalmente destituídos de valores éticos e a sua ganância tão limites.

 

A tão, ainda curta distância das ultimas eleições, esboço um sorriso triste quando penso que este povo ainda há dias acreditava que o Sr. Silva ia mudar a sua - a nossa vida. Como seria de esperar, o dito cujo apenas mudou a sua própria vida. Para melhor, claro!

 

Vem agora a actual cambada eximir-se de publicar os contratos de trabalho na Administração Pública que celebrar, com a justificação de que a isso não obriga a lei.

 

É mau. Mau porque vamos continuar a pagar este imenso e indescritível logro e, já nem ao menos temos direito de saber quem empocha o suor do nosso trabalho.

 

Mas faz sentido. Conhecidos os criminosos, a polícia teria de actuar.


publicado por AC às 21:22

link do post | comentar
|

11 comentários:
De -pirata-vermelho- a 20 de Agosto de 2006 às 23:30
Qual 'polícia'?

Você lembra bem no que disse, a corja e seus compadres mas! esquece quem manda fazer os recados. A corja, os políticos, são a linha da frente, os moços de fretes e os feitores de uma herdade cujos donos se escondem.


De magnolia a 21 de Agosto de 2006 às 10:39
A propósito da questão da não publicação dos contratos de trabalho da AP no DR, o Manuelinho do Mais Évora (http://maisevora.blogspot.com/) faz este comentário: Se as notícias são desagradáveis mata-se o mensageiro. Assim vai este País…. Concordo plenamente. E desvenda mais uma que demonstra o carácter medíocre daques que nos governam: esta ignóbil tomada de decisão que mais não foi de que uma censura descarada à informação sobre os incêndios em Portugal (http://maisevora.blogspot.com/2006/08/censura-simplex-2.html)


De tron a 25 de Agosto de 2006 às 21:44
a polícia não pode actuar contra os criminosos rosa senão perde o salário e a protecção na saúde


De tron a 1 de Setembro de 2006 às 17:04
acabem com os políticos a se baldarem as eleições


De tron a 11 de Setembro de 2006 às 22:50
num estado direito se extreminava a corrupção mas portugal é porvincia da espanha


De tron a 18 de Setembro de 2006 às 21:12
Num verdadeiro estado de direito os assassinos vão presos e não ficam soltos como na para-ditadura rosa


De tron a 3 de Outubro de 2006 às 20:25
num estado de diretio não se prendem policiais por execer o seu serviço e nem se queimam lixos industriais em cimenteiras


De El Capitán a 5 de Outubro de 2006 às 00:14
Não é indivíduo que se diz. É INDEVIDO.
Este indevido assim, aquele indevido assado...


De tron a 8 de Outubro de 2006 às 23:29
num estado direito se prendem os gatunos e não os polícias


De tron a 11 de Outubro de 2006 às 01:13
querem a divisão nacional


Comentar post

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Enfim os combustíveis

. O Homem do Leme

. É desta!

. Há sempre uma forma de ch...

. Deve ser da Latitude....

. Sacudindo a água do capot...

. Ingenuidade dos cidadãos

. CSI

. Surpresa ????

. Segurança no trabalho...e...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

.ico

.Referer.org


referer referrer referers referrers http_referer
blogs SAPO