Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006

Há dias assim II

O medalhinhas


Alguém pode dizer ao senhor Sampaio que os 6 milhões de contos que nos custa por ano não se justificam a dependurar medalhinhas nas lapelas amigas?! E, já agora, que o meu cão manda dizer que não quer condecoração nenhuma porque não se baixa ao nível de alguns dos medalhados.





Guterres revisitado


Teve este senhor várias paixões e visões de futuro para Portugal. Uma delas “um computador ligado à Internet em cada lar” parece ter sido retomada pelo seu camarada José. O nosso estimado estado, em parceria com a Microsoft, vai promover formação na área da informática para os trabalhadores despedidos na indústria têxtil (apesar das habilitações maioritariamente básicas, cada costureira vai passar a executiva da costura) e, a mais um milhão de portugueses que nos próximos 5 anos, a julgar pelos muitos cursos que já existem no país, aprenderá a ligar a máquina no curso básico e a abrir o Word no avançado.


Ora bem, isto assim vai lá. Sempre são 10% da população a avançar no plano tecnológico. Ficam-me algumas interrogações. Será formação na utilização dos programas que a dita vende? Ou na programação? Será uma acção caridosa da Microsoft, uma beneficência da fundação Gates, ou será paga em bons euros com os dinheiritos da UE para a área da formação? E em que vão trabalhar tantos portugueses? Certamente no fisco, porque o estado deverá obter mais valias dos seus investimentos. E depois teremos o negócio do hardware. Com tanta gente a saber ligar o botãozito, vai ser como os telemóveis. 5 por cidadão. E mais a banda larga. E mais a…


Também me fica uma preocupação. E nós, os 90% de excluídos da referida formação, vamos trabalhar em quê?





Desígnios


Foi o Alqueva um grande desígnio nacional. O maior investimento feito pelo estado (com o dinheirito do Zé), grande obra de engenharia (e certamente de caridade para os muitos que com ela lucraram), transformaria o Alentejo na horta da Europa, competindo com os nossos vizinhos na produção de hortícolas. Mais tarde mudou-se o desígnio: uma obra fundamental para a acumulação estratégica de reserva de água. Parece que o desígnio foi novamente alterado. Em vez de ser reserva aquífera, passará a reserva para regadio de campos de golfe. Valha-nos Deus. Se assim for, teremos que mais uma vez, o povo paga as infraestructuras para os empresários fazerem bons negócios. E como também já lhes vamos pagar a contita da electricidade...





Plano tecnológico em marcha


Aquele senhor que faz de conta que tutela a justiça, e distribui computadores saberá que é muito pouco, para o estado em que a justiça se encontra, passar o seu tempo a fazer de pai natal? Saberá o senhor que muitas das instalações onde funcionam os tribunais não têm condições de funcionamento? Para já não falar nos milhares de processos que se amontoam nos locais mais impróprios, nas instalações onde chove como na rua, na falta de materiais elementares como esferográficas ou papel, saberá o senhor que em muitos casos os tribunais nem sequer se conseguem ligar à rede do MJ? Ou será que o negócio do hardware arrancou primeiro que o da formação?





Reflexões de um pagador


Claro que uma agricultura moderna e produtiva, um sector pesqueiro modernizado, a defesa das tradicionais indústrias do mobiliário, do têxtil ou do calçado, uma verdadeira melhoria qualitativa do sector turístico, para atrair o turismo rico e não o pé descalço, são áreas não tecnológicas e que não interessam a ninguém. Isto vai lá é com computadores. Isto vai. Um a dar medalhas, outro formação e outro computadores, vai lá. Mas onde?!







publicado por AC às 23:58

link do post

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Enfim os combustíveis

. O Homem do Leme

. É desta!

. Há sempre uma forma de ch...

. Deve ser da Latitude....

. Sacudindo a água do capot...

. Ingenuidade dos cidadãos

. CSI

. Surpresa ????

. Segurança no trabalho...e...

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

.links

.ico

blogs SAPO